Cavalgando o Dragão

A arte do Guerreiro do Coração permite aprender a despertar e atrair a energia refinada e irradiar esta energia para todos os seres humanos, animais, vegetais e minerais. Por meio da prática da percepção consciente, e por meio do nosso Coração triste e terno, podemos vivenciar sons, visões e energia que antes éramos insensíveis, bem como a ligação mais direta com outros seres vivos e a Natureza. Com esse tipo de relaxamento e abertura, é possível permanecer o tempo todo em sintonia com esta energia vital existente dentro e fora de nós. No Caminho do Guerreiro do Coração essa energia vital é chamada de Cavalgando o Dragão e é a manifestação do Munay, o Amor Incondicional.

Cavalgando o Dragão não é preciso ficar restrito a momentos especiais de alegria e realização plena. Trata-se de uma energia que você provavelmente já sentiu muitas vezes antes de ouvir falar dela. Cavalgar o Dragão é a prática de se abrir deliberadamente para essa energia e desperta-la em seu Ser.

Vamos a prática desta técnica:

Procure afundar-se em seu assento (de preferência uma almofada), encurve os ombros comprimindo o coração, olhe para o chão à sua frente e permaneça assim por alguns instantes. Como ta se sentindo? É provável que esteja desconfortável. Agora sente-se ereta e erga o olhar, olhando para frente e ligeiramente para cima. Imagine uma força exercendo delicadamente um esforço ascendente no alto de sua cabeça, de modo a ter a impressão de que sua cabeça, ombros e troncos estão fortes e revigorados. Permaneça assim por alguns instantes. Seu ânimo mudou? Alterne as duas posturas algumas vezes, e você realmente sentirá a diferença de humor que elas induzem. O sentimento vigoroso, positivo e energético da postura ereta é uma amostra de Cavalgar o Dragão.

Lembre-se que Cavalgar o Dragão é sua fonte de poder, e quando ativado, encontra seu espaço sagrado. Procure sempre faze-lo com a mente e coração abertos.

A postura de joelhos das tradições guerreiras japonesas, favorece a cavalgarmos o Dragão. Sente-se sobre os calcanhares, os dedos dos pés encostados no chão, e descanse a palma das mãos sobre a parte superior da coxa, com os cotovelos voltados para fora. É uma postura semelhante a um samurai.

Antes de começar a Cavalgar o Dragão, agradeça a sabedoria dos guerreiros ancestrais, que estão nos observando e estimulando neste momento.

Erga sua postura física. Sinta a cabeça e os ombros fortes e eretos, como se estivesse tentando alcançar o céu. Retese e alinhe a coluna, mas não enrijeça demais, ela deve ficar flexível como a corda de um arco. Mantenha o peito relaxado e o coração aberto. Imagine e sinta-se rodeada por um campo energético vibrando intensamente. Esse campo de energia é a qualidade profunda de todas as coisas. Ele é amoroso e pleno, tendo uma grande afeição pela nossa Mãe Terra e por tudo que existe, mas também é afiado como uma faca e decepa todo ódio e agressão.

Essa energia tem uma coloração levemente dourada, como o céu na alvorada. Ela é uma energia vital, quente e palpitante. Ela é particularmente forte a sua frente e ligeiramente acima de você, como se olhássemos para um Mestre Guerreiro sentado numa plataforma que nos olhamos de maneira aguda e inflexível. Visualize a energia crescendo e envolvendo-o (a). Ela é real. O espaço quando a cerca completamente contém um poder e energia vital ilimitada que pode ser invocado porque você é parte dele.

Quando sentir a energia descendo eleve sua postura, sua energia e seu humor, como se ansiasse por avançar em direção a essa energia. Ao cavalgarmos o Dragão, a nossa atenção encontra a atenção do Infinito. Sinta seu bom coração, que é afetuoso, terno e bondoso. Sinta agora que a energia e o poder que o (a) cerca estão endurecendo e tornando-se irresistíveis. Deixe sua mente e seu coração penetrarem essa energia. Procure soltar-se abruptamente saindo do seu corpo.

À medida que for se soltando, sinta cavalgando ondas de energia. As células do seu corpo não são separadas das células do ar que a rodeia, e as células do ar não são separadas das células deste campo energético que desce e o (a) envolve. Você está ligado (a) ao mundo. Sinta sua conexão com esse oceano de energia. A energia é real, você pode se abrir para ela e deixa-la penetrar em seu sistema. Você não esta invocando algo; em vez disto, está se abrindo ao que já está presente e permitindo que ele se abra para você.

Erga seu espírito e elimine todas as dúvidas e hesitações. Você pode se sentir como um rei ou rainha de seu mundo porque está no centro dele. Onde quer que esteja, sinta ser esse seu lugar sagrado. Nele você é o (a) monarca. Quando estiver em seu local sagrado, entre em contato com seu coração autêntico. Imagine e sinta que você é um (a) rei/rainha de coração partido, confiante e alegre, bem como genuinamente triste. Você pode irradiar bondade e benevolência e partir de seu coração partido e levar sua cura e o carinho aos outros. A partir desse coração sofrido você pode amar, enaltecer e cuidar das outras pessoas, que também são reis e rainhas, seus companheiros. Pode expandir sua experiência da energia que desceu e entrou em você. Esqueça de si mesmo (a) e cavalgue o Dragão, essas ondas de energias, expandindo-se cada vez mais irradiando a bondade até onde puder. Este é o ponto-chave de toda prática: suprimir sua agressão e seu medo, para receber no coração a energia benevolente do Infinito e irradiar para os outros esse sentimento positivo.

Voltar
Creative Commons License xamanismo.com - Caminho Xamânico - Esta obra é licenciada por uma licença:
Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil.