Quem sou

Aloha!

Para os xamãs, o ambiente em que vivemos, os espíritos da natureza, Deuses e Deusas, fazem parte da Grande Teia da Vida.

Sou um simples Andarilho que percorre o Caminho Sagrado do Xamanismo, onde mantenho contato com conhecimentos milenares esquecidos. Vivo profundamente no universo xamânico, num mundo que desafia as nossas concepções sobre corpo, mente, espírito, alma, tempo e espaço.

Estudei diversas tradições Ameríndias, participando de rituais, cerimônias e preces de agradecimento a nossa Madre Tierra, durante todo esse processo que trilhei no xamanismo, fiquei impressionadíssimo como as doenças e as cura eram encaradas.

Essas culturas desenvolveram desde o início de sua história, ensinamentos e práticas xamânicas que lhes permitem transcender as camadas de nossa realidade ordinária, levando-nos a experimentar outras dimensões da realidade que vão além do tempo, espaço e casualidade.

Como dizem nosso irmão Lakotas, “estamos todos relacionados” por fios invisíveis que nunca se tocam, tecendo a teia da vida. Mas ao vibrar um desses fios, todo o conjunto reverbera, uma vez que estamos interligados.

As tradições xamânicas fazendo parte dessa grande teia, desenvolveram-se em todas as partes da nossa Grande Mãe. Todas elas acreditam e coexistem entre um mundo espiritual e outro material. Esse mundo espiritual é manifestado através das forças da Natureza, sendo invisível para a maioria da humanidade, mais visível para os xamãs, “aqueles que conseguem ver no escuro”.

A física quântica veio comprovar o que os xamãs há muito tempo sabiam, que há uma conexão ligando e religando tudo no Universo. Assim sendo, o Sagrado não pertence só a consciência, mas sim, um elemento inerente à estrutura da realidade; mostrando e provando que o visível faz parte do invisível.

Xamãs em suas culturas eram considerados Sacerdotes que praticavam a cura, a adivinhação, celebrava rituais de adoração, realizava casamento e batismo, além de servir como psicopompo. Ele é considerado como um mediador entre os mundos.

As curas xamânicas utilizam-se da energia animal, cósmica e vegetal, reintegrando a humanidade ao Universo Cósmico.

Como um Andarilho desse Caminho Sagrado, tornei-me um Contador de História que procura resgatar e levar ao mundo o Canto dos Antigos Guerreiros Ancestrais há muito tempo adormecido.

Munay,
Jaguar Dourado

Creative Commons License xamanismo.com - Caminho Xamânico - Esta obra é licenciada por uma licença:
Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil.