Xamanismo e Saúde

Xamanismo é um conjunto de práticas arcaicas de cura e de valores espirituais oriundos das culturas tribais do passado e presente, de todos os cantos do nosso planeta, que convidam o homem moderno à busca pessoal, a valorização do ser numa comunidade que o reconhece como fundamental. Hoje, numerosos profissionais da área da saúde como médicos, psicólogos, psicoterapeutas etc. defendem e utilizam as técnicas ancestrais para atingir outras dimensões, de forma a alcançar a cura efetiva no tratamento de certas desordens do corpo e da alma.

Os ancestrais desses povos aprenderam e usaram, com muito esmero, esse seu conhecimento em seus esforços para manter a saúde e a força para enfrentar doenças graves e lidar com a ameaça e com o trauma da morte. Xamãs contemporâneos abordam uma ampla gama de problemas de saúde desde o resfriado comum ao câncer, depressão, fertilidade e longevidade, problemas familiares, incluindo as questões que surgem entre cônjuges, pais e filhos, e membros da família mortos.

Nas culturas xamânicas a saúde é estar em completa harmonia com a visão de mundo, comunicar-se com seres de outros reinos, conhecer a morte e a vida e não ver diferença entre elas. Saúde é buscar todas as experiências da Criação e vivenciá-las, sentindo sua textura e seus múltiplos significados… expandir-se para além do próprio estado de consciência para experimentar os sussurros e vibrações do universo. Como vemos, a cura não se orienta na direção de sintomas ou órgãos corporais específicos, mas, sim, da harmonização do Ser (em todos seus corpos – físico, mental, emocional e espiritual) com a totalidade do conjunto de forças, naturais e sobrenaturais ao seu redor.

Apesar de todo nosso avanço científico e tecnologia, é de estarrecer que a Sociedade Moderna não seja capaz de nos manter saudáveis e lúcidos se perdemos a nossa essência sagrada: nossa alma. Já o Xamanismo oriundo dos povos ditos primitivos nos ensine que nossa alma não está separada da alma do mundo. Infelizmente o homem moderno cortou os laços que o ligavam à Mãe Terra, tornando-se solitário, desvitalizado, desencantado e desequilibrado. É, provavelmente, devido à perda desse sentido arcaico de ligação estreita com o universo primitivo interno, que o homem contemporâneo desrespeita a natureza, levando à catástrofe ecológica tanto externa quanto interna.

Todavia, milhares de pessoas procuram resgatar esse elo perdido com a Mãe Terra, restabelecendo seu próprio equilíbrio. Estas práticas xamânicas estão retornando hoje como autêntica força viva, em meios sofisticados como o das terapias alternativas contemporâneas. Tal penetração deve-se também ao interesse que o assunto despertou em estudiosos de outras áreas, como é caso da antropologia, da etnologia, da história das religiões e da psicologia, entre outros, que “descobriram” as técnicas multimilenares dos xamãs poderiam ser trazidas ao homem racional e utilizadas para o restabelecimento da sua saúde, energia vital e, consequentemente, do equilíbrio psicológico e corporal.

Por outro lado, de forma análoga ao que busca a moderna psicoterapia, a cura xamânica também objetiva o estabelecimento de uma ponte entre o consciente e os conteúdos do inconsciente profundo. Não há, praticamente, diferenças substanciais entre uma postura e a outra. As psicoterapias seriam sistemas formais de pesquisa e cura do inconsciente. No xamanismo, isso ocorre de uma forma natural e empírica, nos moldes consagrados de uma sabedoria multimilenar que a pesquisa moderna vem resgatando.

Hoje está mais do que comprovado pelos cientistas modernos que a prática xamânica promove o autoconhecimento, a possibilidade de identificarmos nossas limitações. Os principais benefícios são:

  • Aumento da conexão com o Eu Superior, aceitação dos instintos mais profundos e utilização da ressonância do seu próprio corpo com as forças da natureza;
  • Lidar melhor com as crises, mudanças e resgatar o contato com a intuição, o discernimento e compreensão da natureza dos seres humanos;
  • Fortalecimento do seu poder pessoal e usar sua própria energia, criando transformações positivas em seu benefício, da sua comunidade e do planeta;
  • Ser uma pessoa mais calma, centrada e ver as coisas de uma forma mais simples. Honrando sua própria vida, todas suas relações e tudo o que existe;
  • Despertar a sabedoria natural para lidar com as questões da vida.

 

Cabe a cada um de nós trilhar o seu caminho, numa jornada que o levará, cada vez mais, a busca de si mesmo e uma vivência mais harmônica com todos e o mundo a sua volta.

Munay,

Wagner Frota

Voltar

Os comentários estão encerrados.

Creative Commons License xamanismo.com - Caminho Xamânico - Esta obra é licenciada por uma licença:
Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial-Vedada a Criação de Obras Derivadas 2.5 Brasil.